Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2017

17.24 - Is that alright?

Imagem
Já não ouvia esta música há mesmo muito tempo e ouvi-la hoje fez-me voltar atrás no tempo e estabelecer uma comparação entre o antes e o agora. No tempo do "antes" surgem memórias relacionadas com uma amizade que ainda perdura. Está diferente do que já foi, mas ainda existe, creio eu, mesmo que seja algo com contornos mais ténues. Essas memórias ficaram associadas a esta e a outras músicas que compõem a banda sonora de uma etapa, de uma fase da vida, de uma parte do caminho que foi percorrido e que fez parte do trajecto até ao local e tempo presente, faz igualmente parte deste espaço semi-esquecido onde, de tempos a tempos, vou deixando algumas palavras.
Voltando ao hoje, mais especificamente ao dia de hoje que por acaso assinala a chegada do Inverno, assinala também uma fase de momentos ou situações de vida mais desagradáveis. Menciono-as não por se referirem directamente à minha pessoa, mas sim a pessoas próximas, ou que deviam ser mais próximas, minimamente próximas, próxi…

17.23 - Memórias de um Amigo Imaginário - Mathew Dicks

Imagem
Memórias de um Amigo Imaginário apresenta-nos o pequeno Max, uma criança autista que tem um amigo imaginário que se chama Budo.
O livro tem uma história mais ou menos leve, depende do ponto de vista. Penso que em termos gerais o autor soube manter um equilíbrio entre todos os aspectos ou tópicos que fazem parte deste livro como é o caso do autismo e as diversas coisas que estão associadas a essa condição e também o soube fazer em relação à história ou acção que se desenrola e que acaba por ser o ponto central do livro. Não existe nesse livro o "problema" de haver uma descrição exagerada das coisas ou dos seus temas, pois isso por vezes torna os livros entediantes. Aqui não era preciso esse tipo escrita e acho que é um factor a favor deste livro.
O livro anterior que eu li (meu post anterior) deixou-me com expectativas que não foram "satisfeitas" e com este aconteceu algo semelhante, ou seja, alguém dizia que não esperava que a história seguisse no caminho que seguiu …

17.22 - O Luto é a Coisa com Penas - Max Porter

Imagem
Li este pequeno livro recentemente e embora não tenha sido um mau livro, infelizmente também não foi, na minha opinião claro, nada de surpreendente. 

Talvez eu tenha ficado com demasiadas expectativas em relação ao mesmo e isso deveu-se à leitura de alguns comentários e opiniões que se encontra pelo mundo da Internet relacionados com o livro. Não quero com isto dizer que as pessoas que falam muito bem do livro estejam erradas, pois como sabemos, a leitura, e o prazer de ler um livro, é algo muito subjectivo. Uma coisa importante na leitura de opiniões e comentários é sabermos filtrar as mesmas e perceber se estas são de pessoas que têm gostos ou preferências de leitura semelhantes às nossas. O risco de desilusão é menor se conseguirmos ter isso por base! Há na mesma o risco de não gostarmos do livro, mas pelo menos as hipóteses de gostarmos são maiores.

Porque é que não gostei deste livro o suficiente? 
Acho que a primeira resposta seria ... devido ao facto de achar que, até certa parte …