Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2008

Fonte de Energia

Imagem
E entre tempestades de sol, chuva e vento se constroem os dias do dia-a-dia de uma casa onde a incerteza é a única certeza, é a única probabilidade possível num mundo aleatório que surge com o som da chave na fechadura no entrar ou no sair dessa casa. No entanto, é muitas vezes no evacuar do meio dessa confusão, dessa tempestade, que encontro a bonança que me acalma e me leva para longe.
Há dias em que as pessoas parecem estar a passear no meio de uma neblina como se não passassem de fantasmas, de espectros que me iludem e me deixam a balançar em questões relacionadas com o quanto eu as conheço ou o quanto elas me conhecem, e o que é que dá origem a essa neblina que por vezes tem tendência a tornar-se cada vez mais densa e sólida, dando espaço apenas àqueles que parecem importar verdadeiramente.

Mas nem tudo há-de ser mau, incerto ou desmotivante...e saber que se tem um abraço disponível para nos acolher, um beijo para nos reconfortar, uma palmada nas costas para nos acalmar ou uma pal…

O turno do sol

Imagem
Sobre os braços abertos, as mãos dadas e os dedos cruzados, deito-me e olho para o céu viajando ao som das ondas pelos instantes de ontem, pelos instantes de hoje e imaginando os instantes de amanhã. Faço uma pausa e absorvo os últimos raios que o sol tem para oferecer no final do seu turno. O mar não fez uma pausa e continua incansável no seu jogo com a areia, indeciso se há-de ficar ou se há-de ir.

Estou cansado do dia de hoje, dos dias antes do dia de hoje e aproveito a voz das gaivotas para dar asas ao que me cansa e deixar-me continuar a minha viagem...