Eye [I] Origins


Poderão os olhos ser realmente a janela para a alma? Há quem diga que sim...aqueles que crêem em algo como a alma ou o espírito, aqueles que crêem em algo transcendente à ciência e à razão das coisas serem como são, algo transcendente a um conjunto de elementos químicos e moleculares que tentam justificar tudo aquilo somos e sentimos, aqueles que crêem que esse ser-ser e esse sentir-se continua e continuará a ser um verdadeiro mistério. Será tudo "apenas" o resultado da interacção ou combinação de diversos elementos e circunstâncias que fazem cada um de nós sentir e agir de forma personalizada e em resposta a essa combinação?! É mais uma daquelas questões que dificilmente terá resposta e que muitos de nós traz à tona do mar de pensamentos de tempos a tempos....ou quando se vê filmes como o I Origins onde a ciência e a espiritualidade são colocados frente a frente numa espécie de campo de batalha para ver quem sai vencedor.



Uma coisa é certa, sendo ou não sendo uma janela ou espelho da nossa alma, os olhos são certamente uma ferramenta de comunicação determinante, mesmo que por vezes isso aconteça de forma involuntária. Ferramenta essa que podemos ter vergonha de usar por revelar mais do que devia em certas ocasiões e, em outras ocasiões, não a utilizamos porque o que para nós pode ser um deleite, para as outras pessoas pode ser um constrangimento. Alegria, tristeza, desconfiança, simpatia, surpresa...são apenas algumas das emoções que um simples olhar consegue transmitir de forma espontânea e verdadeira quando o sentimento é genuíno [obviamente].

Para acompanhar estas palavras deixo aqui uma música que não é nova e pode parecer cliché, mas não só para quem quiser...

Comentários

  1. Sabes que a acredito que os olhos ao fim e ao cabo querem dizer alguma coisa? O filme é excelente, mas os olhos das pessoas ainda é mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imaginava que sim, que terias essa opinião, pois sei que seria algo que darias importância (ao olhar) devido àquilo que digo no texto...que os olhos falam por si e pela pessoa a quem pertencem.

      Eliminar
  2. Admito que sim - que os olhos possam ser o reflexo da alma - mas, com grande frequência, mais parece que uma enorme cortina se fechou sobre eles.

    Os olhos podem contar estórias; podem ser um queixume, um apelo sem palavras capaz de retratar a solidão. Poucas são as vezes em que revelamos capacidade - ou será sensibilidade? - para decifrar o que eles transmitem. Ou, quando nos apercebemos, não sabemos qual o caminho a seguir. Que palavras utilizar.

    Depois, há aqueles que se limitam a desviar o olhar. A fixá-lo no vazio!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com o que mencionaste no teu comentário e digamos que nem todas as pessoas sentem a confiança suficiente para deixarem os olhos falarem por si, daí que o resultado seja muitas vezes o que dizias no final do comentário.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante