Uma espécie de respeito...


Não sendo uma obrigação, mas antes uma espécie de "respeito" para com este meu espaço, não podia deixar de cá vir hoje para deixar algumas palavras, muito possivelmente as últimas desde ano, já que, não sendo eu muito diferente da maioria das pessoas, é normal nesta altura nos referirmos aos eventos [ou às coisas mais simples] que vão acontecendo nestas últimas horas ou dias como as últimas deste ano, uma espécie de tradicional ano em revista [claro que neste post não vou rever 2014].

Regra geral não faço listas com aquilo que pretendo fazer ou alcançar no ano seguinte e doravante não tenho nenhuma checklist alusiva a 2014 na qual tivesse assinalado o que consegui fazer e o que não consegui e a vantagem de não ter essa lista é que agora não preciso olhar para ela e verificar que uma série de coisas ficaram por fazer...a desvantagem [de não ter tal lista] é que haveria coisas que sendo marcadas certamente estariam mais presentes e nos lembrariam que haveria objectivos a cumprir, metas a alcançar e quem sabe hoje podia sentir-me mais realizado e ter menos presente aquela sensação de que já se passou mais um ano...mais um ano quase num abrir e fechar de olhos [OK não tão depressa, pois há sempre certos momentos, sobretudo os mais desagradáveis, que fazem o tempo parecer uma lesma].

Neste preciso momento posso mentalmente enumerar algumas coisas que gostaria que acontecessem em 2015 e essas que penso, são certamente coisas que terão de contar com a minha participação activa/directa e por isso espero que elas sejam possíveis de serem realizadas e que possa estar aqui novamente dentro de um ano com saúde e energia para dedicar algumas palavras a este meu espaço e sobretudo àquelas poucas pessoas que dedicam algum do seu tempo a ler-me...a essas pessoas um bem haja e um Óptimo 2015!

Comentários

  1. Feliz ano novo para ti também. Eu fiz uma lista mental, e espero que tudo se concretize. Pelo menos algumas estão nas minhas mãos acontecerem.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante