Schopenhauer e a vida | filme Chinese Puzzle | For 12 dos Other Lives

Em jeito de partilha num blog de um amigo, tomei conhecimento do filme "Quebra Cabeças Chinês" ou "Chinese Puzzle" que é a continuação de uma história iniciada com o filme "Residência Espanhola" e continuada em "Bonecas Russas". Como já me tinha sido dito que o filme era bom e valia a pena ser visto, já sabia que não iria ser tempo perdido e não foi. É um filme que se recomenda a quem tenha visto os outros 2 filmes ou não, pois sério e divertido ao mesmo tempo, descrevendo, analisando e brincando com aquilo que é a vida, dando-nos ao mesmo tempo uma imagem de Nova Iorque mais realista (ou pelo menos diferente) do que aquela que se vê na maioria dos filmes onde o essencial se resume à espectacularidade do Times Square.

Para além querer deixar aqui essa referência ao filme, outro dos motivos que me levou a querer deixar aqui este post, foi uma engraçada analogia que aparece no filme relativamente à vida, sendo essa uma analogia da autoria de Schopenhauer:

"A vida pode ser comparada a um bordado que no começo da vida vemos pelo lado direito e, no final, pelo avesso. O avesso não é tão bonito, mas é mais esclarecedor, pois deixa ver como são dados os pontos". 



(imagens do filme)
Outro aspecto curioso, e digo curioso porque é daquelas pequenas surpresas ou coincidências que surgem do nada, foi o facto de há dias atrás ter dado com a música "For 12" da banda Other Lives e de repente no filme começam a surgir uns acordes iniciais que me estavam a soar familiares e é então que começa a dar aquela música! (pena que no filme tenha-se ouvido apenas uns breves segundos da música em questão)



Comentários

  1. :-) Essa metáfora no filme diz quase tudo da vida, e nem tudo o que é sobre ela (a vida) tem que ser necessariamente sério.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

17.1 - Ilusões