Noah Gordon - O Físico (ou o Médico)


Físico era supostamente o nome que davam antes (nesse caso no século 11) àqueles que hoje conhecemos como médicos. Este livro de Noah Gordon, para além de nos dar uma lição sobre o judaísmo, faz-nos ver como era complicado o campo da medicina naquele tempo. É quase impossível não fazer a comparação entre o antes e o agora e chegarmos à conclusão que aquilo que hoje em dia já são capazes de fazer, representa uma diferença abismal comparativamente com a medicina daquele tempo. Mas como tudo na vida, trata-se da evolução, e felizmente o Homem soube (e espero que saiba ainda mais no futuro) dar primazia às coisas que possam contribuir para a capacidade de viver e persistência da humanidade, não desperdiçando assim a sua existência com a investigação de coisas que só contribuem para o oposto disso como é o caso da pobreza, a fome, a guerra, a morte, etc.
Mas voltando ao tópico deste post, que tem como objectivo relembrar este livro de Noah Gordon que tive o prazer de ler há já algum tempo. Infelizmente nunca consegui encontrar mais nenhum dos outros 2 livros que dão continuidade ao primeiro, formando assim uma trilogia. 
Quem gostou do livro irá certamente gostar do filme que foi feito recentemente acerca do mesmo. Antes de ver o filme já suspeitava que iria ser difícil conseguirem transportar para o filme tudo o que o livro oferece, contudo posso dizer que o filme não deixa de ser bom (quer tenham lido o livro ou não) e consegue, dentro do possível, transmitir a essência do livro. Será que vai haver as sequelas? Não me parece, mas era bom que houvesse.


Comentários

  1. Não conhecia o livro nem o filme. Parece interessante. Os outros 2 livros estão editados em português?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que estão publicados em português mas apenas no Brasil. Nas livrarias portuguesas (pesquisando online) nunca encontrei :-(.

      Eliminar
  2. Por vezes fico com vontade de só ter lido ou só ter visto o filme... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regra geral, mais vale a pena ler o livro se for numa de se ter que escolher, contudo, gosto sempre de ver o filme depois de ler o livro quando há essa possibilidade.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não