Livros e Pintura

Nas últimas semanas alguns do meus livros não tiveram sossego e isso poderia acontecer porque estaria a lê-los ou relê-los....mas nesse caso o propósito foi outro e teve a ver com o facto de eu ter que criar 3 telas para participar numa exposição colectiva de pintura (embora diga-se que uma delas, das telas, é que efectivamente tenha dado mais incómodo aos meus livros, pois ainda foram uns quantos aqueles que tiveram de sair do seu cantinho habitual, do seu quase eterno sossego, e passarem a estar espalhados por aqui e por acolá, correndo o risco de serem pincelados ou manchados de tinta ou outro produto envolvido no processo). Dizem que às vezes é preciso fazer sacrifícios...talvez esse tenha sido o sacrifício deles.

As ideias surgidas à volta do tema "o Livro" foram muitas, contudo, devido relativa falta de tempo (digo relativa porque muitas vezes essa questão é mesmo relativa), não me consegui "esticar" tanto quanto gostaria porque sei que se o tentasse fazer, corria o risco de fazer algum movimento mais brusco e sofrer alguma rotura no meu sistema anímico e por conseguinte não conseguir terminar as obras (ou pinturas, fica ao vosso critério o nome a dar a essas telas) e falhar o compromisso de estar presente na exposição. Tal como os próprios livros em si, o tema também é praticamente infinito e por isso creio que surgirão mais oportunidade de o voltar a explorar e assim por em prática algumas das ideias que ficaram pelo caminho ou arrumadas na gaveta.    

"Quem vê capas..." 2013, óleo sobre tela

"A Força de um livro" 2013, técnica mista sobre tela


"Transcendência do livro" 2013, óleo sobre tela

Comentários

  1. Wow... Muitos parabéns... estão extremamente BELOS... Tendi mais para o do meio, depois para o útimo, mas ao ver com atenção o primeiro, a criatividade está bem estampada... parabéns :) :) :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não