A música - Pintura

Um som ou alguma coisa verdadeira a existir. A nascer, a crescer, a viver. Uma coisa verdadeira e infinitamente bela a agitar-se no ar do salão. Um lamento. Uma angústia a transformar-se de repente numa alegria grande. A caminhar, a correr, a dançar.
Um sonho bom a transformar-se numa alegria branda.
Glória e espanto. Um som a existir muito. O ar do salão cheio de um milagre invisível. Um segredo profundo a atravessar-nos. Cores. Nenhuma cor. Água, silêncio. Um som ou alguma coisa verdadeira. Tudo isto e nada disto era a música.

Excerto de "Uma casa na Escuridão" de 
José Luís Peixoto e que em parte serviu de base para este trabalho.

A Música - 2012
Óleo sobre Tela
50x60cm

Comentários

  1. Das tuas mãos nascem estas divindades em pintura... O quadro é teu, certo? BRUTAL

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante