Três gerações e um dia.

Três gerações e um dia. Um dia que marca o inicio, o inicio da vossa existência, das vossas vidas. Um dia que vos marca como um carimbo, como acontece com todos nos. Infelizmente chega o dia em que chega a hora de partir e a partir dai há datas que se sobrepõem, alcançando uma diferente importância ou significado.
Mas hoje e o dia que vocês tem em comum e que certamente já celebraram de diversas formas. Embora eu esteja fisicamente ausente nesse vosso dia (num caso porque a presença física de quem já partiu torna-se impossível; noutro caso o tempo encarregou-se de aumentar a distancia e de reduzir a ligação entre nos, algo que se vai sumindo aos poucos como se fosse um papel com um desenho colorido que, com o passar do tempo, vai perdendo as suas cores e formas ate chegar um ponto em que já não conseguimos dizer o que lá estava; e no outro caso, posso dizer que por vezes ganham-se hábitos ou rotinas que desviam as nossas atenções daquilo ou daqueles que deviam estar em primeiro lugar para todos nos (não menosprezando os outros claro) e chega-se ao ponto de celebrar este dia supostamente importante nas vossas vidas com outras pessoas que não a família...que aos poucos vai-se desintegrando e perdendo o seu significado ou valor) não estou ausente em espírito e desejo-vos as maiores felicidades nesse dia, qualquer que seja a vossa geração; uma avo, um primo e um pai...PARABÉNS!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

17.1 - Ilusões