Mia Coutro - Fui Sabendo de Mim

Hoje faço das palavras de alguém as minhas palavras e porque elas por vezes são como sequências de cruzamentos, não são precisas muitas para nos dividirmos em múltiplas direcções, escolhas, umas mais correctas do que outras, mas no final todas são importantes.
Porque é que há um dia para dizer mentiras?!

Fui sabendo de mim
por aquilo que perdia

pedaços que saíram de mim
com o mistério de serem poucos
e valerem só quando os perdia

fui ficando
por umbrais
aquém do passo
que nunca ousei

eu vi
a árvore morta
e soube que mentia.

Mia Couto

Comentários

  1. O dia das mentiras já passou, e isso quer dizer que o das verdades chegou? Ou melhor nunca se foi embora?

    Sabendo o que sei de mim, acho que mentir só o fiz a mim, aos outros, apenas não contei. A mentira tem pernas curtas, dizem...mas será que a corrida é longa?

    *Hugs n' smiles*
    Carlos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

17.1 - Ilusões