Até à próxima

Eras uma adolescente e o tempo passou e a vida foi dando as suas voltas e num dia como os outros eis que apareces de novo em forma de foto acompanhada por algumas palavras. Olho para trás e o imenso tempo que se passou faz-me pensar que por este ter sido tanto é como se pudesses ter sido uma criança em vez de teres sido uma adolescente.

Ler as palavras que acompanhavam a tua foto foi como te reencontrar e trocar dois dedos de conversa contigo, foi questionar-me por onde andaste ao longo de todos estes anos e que transformações sofreste enquanto crescias e o tempo passava, quais foram as cores dos caminhos que percorreste?!

Como há coisas que acontecem por acaso [para quem acredita no acaso], ou talvez não, tive a oportunidade de te encontrar pessoalmente no dia seguinte e é como se me tivesse sido dada uma hipótese de ter as respostas para as minhas perguntas que surgiram depois de ler as palavras que acompanhavam a tua foto naquele papel. Aquele encontro fugaz no meio da multidão foi como atirar um monte de perguntas para dentro de uma tômbola e ver quais eram aquelas que iam ter o direito de serem respondidas. Sei que a amizade que tínhamos outrora podia não passar do ser-se colegas de turma, aliás, assunto esse que talvez tenha delineado a nossa conversa como é natural, mas ver-te e falar contigo, foi bom porque me fez voltar atrás no tempo e ver que ainda preservavas algumas coisas do teu tempo de adolescente. Foi uma conversa fugaz que quase nem chegou a acontecer, mas que soube bem, pelo menos para mim. Não sei quando te vou ver novamente ou ouvir falar de ti. Até à próxima....

Comentários

  1. Quando li o título do teu texto pensei para com os meus botões "ele vai fazer uma pausa na escrita dos seus fragmentos" mas não, afinal o teu "Até à próxima" representa o que é voltar a encontrar alguém que o tempo fez com que se perdesse o rasto.

    Esse tipo de situações são as mais fáceis, e nem sempre o reencontro acontece. Mas quando passamos por esse tipo de situação até parece que nos sentimos mais leves. São tantas as razões que nos fazem sentir isso, mas se pudéssemos teríamos tomado outras decisões e o "Até à próxima" seria um "até logo" ou um "até amanhã"...

    *Hugs n' smiles*
    Carlos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante