No Permeio

No permeio entre o levantar e o deitar, entre o apagar e o acender, entre o fechar e abrir dos olhos, entre o parar e o andar, entre o morrer e o viver, encontramo-nos num comboio cheio de carruagens repletas de questões e que segue numa lentidão enganosa. Uma lentidão que nos engana enquanto com questões e nos distraí, vamos seguindo ao ritmo das tábuas do caminho de ferro, escuras da ferrugem, velhas do desgaste sofrido pelo contacto da velocidade do ferro e pelo embate das faíscas inesperadas como a falta de respostas para as questões. Talvez o importante seja continuar em andamento e ver aonde nos leva o nosso comboio ao mesmo tempo que se tenta contornar os pensamentos dos quais faz parte a imobilização total do comboio; teria sido porque tinhamos conseguido responder a todas as questões? teria sido por não termos mais perguntas? Será que sem elas não tinhamos mais caminho para percorrer porque talvez afinal as tábuas do caminho de ferro fossem as próprias perguntas que nos fazem avançar e definem o caminho e como diz na música que deixo aqui "you never get to choose", "You live on what they send you ". Mas o melhor é saber que muitas vezes temos a possibilidade de escolher uma resposta e quem sabe se conseguimos ficar sempre "dentro de mão" e com um bolso ("You’re never out of hand", "Never out of Pocket").


Video de Anatomia de Grey (S3-E12)

Gary Jules - Falling Awake
Eagle in the dark
Feathers in the pages
Monkeys in my heart
Rattling their cages
Found a way to blooom
Another ghost to follow
Said its only up to you
It’s the hardest pill to swallow

Mmmmmhmmmmmhhhmmm

You never get to choose
You live on what they send you
You know their gonna use
Things you love against you
One foot in the grave
One foot in the shower
There’s never time to save
You’re paying by the hour

And that’s just the way it goes
Falling awake
And that’s just the way it goes

Slipping through the bars
Aware of the danger
Of riding in the cars
Taking candy from strangers
You’re never out of hand
Never out of pocket
Super sonic man
Do you want to buy a rocket

Well that’s just the way it goes
Falling awake
Falling awake
And that’s just the way it goes
Falling awake
Falling awake

Eagle in the dark
Feathers in the pages
Monkeys in my heart
Are rattling their cages
I could learn to play the game
Could learn to run the hustle
If I only had the brains
The money or the muscle

Comentários

  1. Não falarei da música, que por si só, já tem um elevado sentimento. Não falarei das cenas, sabes que seria difícil me calar. Falando do permeio…falando de comboios…falando da incerteza…há dias que tenho vontade de meter-me num comboio sem destino, mas há dias que se fizesse isso iria perder-me e já que não posso ir até a um sitio que cá sei…não resisto em falar das tais cenas…por alguma razão é complicado não falar de Anatomia de Grey! Essas imagens dizem tudo!

    *Hugs n’ smiles*
    Carlos

    ResponderEliminar
  2. Uau, a minha série favorita anatomia de Grey! E eu sim gostaria de ir nesse comboio...ir para nehures...quiça ele pudesse voar e levar-me até ao meu Asteróide!Lá tou certa teria muitas respostas...Jhs
    Adorei rever estas cenas.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não