Em vão

Quando pensamos que tudo vagueia na normalidade como a água de um rio num dia de Primavera que desliza sobre si, acaba por surgir algo que simplesmente modifica isso tudo e de repente parece que estamos no meio de um mar agitado e confuso como se este fosse o nosso reflexo, o reflexo do nosso estado de espírito.

Mas será que vale a pena deixar acontecer essa transformação na forma como nos estamos a sentir e a pensar em relação a algo que parece estar ao nosso alcance, quando afinal de contas parece que só estamos a desperdiçar gotas de tempo e não só? Quando não sabemos se o silêncio será mordaz por existir ou por não existir. Ficamos sempre na expectativa de alcançar um bom resultado porque é isso que nos guia, a busca por um bom resultado, independentemente daquilo que desperta essa busca, mesmo que se esteja à deriva sem saber como dar o primeiro passo.

Decidimos esticar a nossa mão, nem que seja num gesto reservado, mas mesmo assim tentamos, e tentamos porque acreditamos nisso e no entanto parece que isso não passou do acreditar em algo fictício porque a nossa mão esticou-se para o vazio. Que esse vazio sirva de orientação no meio do escuro, do invisivel.

"Look to the clock on the wall,
Hands hardly moving at all.
Can't stand the state that I'm in
Sometimes it feels like the walls closing in
...
Try to bury my toubles away
drowns my sorrows the same way
seem that no matter how hard I try
It feel like somethings just missing inside"

Brandi Carlile - What Can I say


Comentários

  1. Ninguém gosta de esticar uma mão e sentir apenas o vazio…mesmo no escuro o que é invisível faz-nos falta…é como diz a música…é algo que falta dentro de nós…talvez seja o tocar no impossível, talvez não seja…mas o que ficar em vão hoje, amanhã deixará de estar…

    *Hugs n' smiles*
    Carlos

    ps- este foi um escape ao trabalho...e não foi em vão :- )

    ResponderEliminar
  2. Ola, obrigado pelo comentario, estive a ler o teu blog e gostei muito, partilho em muitos casos dos teus pontos de vista, foi um prazer ler as palavras que ca escreveste...quanto aos desenhos, os desenhos sao meus, e um dos meus hobbys e vou postando os que me sao mais pessoais e mais sentidos por qualquer razao...

    P.S. Um excelente gosto, "Sad eyes" é um tema fantástico...

    David Nunes

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante