Burn it Blue



E hoje, por incrível que pareça, já é o terceiro dia do último mês do ano. O mês em que muita coisa acontece e em que tudo se transforma um pouco por todo o lado. É também um mês de verdades e de ilusões, mas sobretudo um mês de fantasia e de sentimentos. Mas como esse Post do blog não tem tópico definido vou dar uma corrida e saltar para a pedra que está à minha frente e deixar essa em que estou ficar atrás de mim, não é que faça grande diferença, pois será praticamente igual estar naquela ou nessa pedra. Quem sabe se no espaço que separa esta e aquela pedra eu possa conseguir apanhar um par de asas suspenso no ar e pegar nelas e voar pelo céu azul escuro fazendo um visita a cada estrela e talvez possa sentir o seu calor, seja ele quente ou frio. Caso não houvesse estrelas podia pedir ajuda a "Enya", afinal de contas ela sempre podia "pintar o céu com estrelas" e depois podia pedir ao "pescador" da "Dreamworks" para descansar um pouco e emprestar-me a lua por alguns momentos para eu dormir uma sesta e quando acordasse, rodeado por todas aquelas pequenas luzes cintilantes como se fosse um enorme areal, poderia passear descalço.

Mas a noite nem sempre é assim tão calma e assim deixo aqui "Burn it Blue"...de Caetano Veloso!


Comentários

  1. Bahhhh não estejas já a contar os dias para o final do ano, mesmo que tenhamos que deixar grande tarde dos dias serem queimados por uma chama azul, lembra-te que há chama que arde dentro de nós a grande estrela do céu nocturno!

    *Hugs n' smiles*
    Carlos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante