"My Second Life" - Diaries of Molotov Alva

Podia ser algo real, ou talvez não tão real uma vez que se trata de uma fuga da realidade, mas é apenas uma história criada por Douglas Gayeton dividida por sete episódios de "Machinima". Ao que parece só há disponível Online esse primeiro episódio, ou parte deste. O conteúdo do vídeo é baseado no jogo (se é que se pode chamar jogo) "Second Life" que, para quem não sabe, é baseado num Mundo 3D digital, e onde já habitam milhões de pessoas que dessa forma criam o seu novo "EU" conforme lhes apetece. Há quem diga que o futuro da Internet passará por algo semelhante ao que já acontece em "Second Life", onde as pessoas passarão a "existir" Online de forma quase real.

Segundo consta este trabalho já foi adquirido pela HBO e será exibido como um documentário e suponho que este se baseie na realidade virtual como uma alternativa ao mundo real ou se "alternativa" é uma palavra um pouco restritiva e demasiado centralizada para o assunto em questão e por isso talvez "complemento" seja a palavra mais adequada. Claro que para se chegar ao ponto de não encontrar mais nada no mundo real que justifique a vontade e decisão de fazer as malas e partir para outro mundo, virtual, existe um longo caminho a percorrer, mas que pelo facto de ser longo não quer dizer que possa demorar assim tanto tempo a ser percorrido.

Há tempos atrás ouvia dizer que "cada vez há menos contacto entre as pessoas", há menos interacção física no modo em que comunicam umas com as outras e isso faz com que as pessoas acabem por ficar mais afastadas ou que é de certa forma irónico, uma vez que supostamente todos os meios de comunicação e interacção que temos ao nosso dispor deveriam servir para fazer com que as pessoas ficassem mais próximas umas das outras através das suas experiência. Claro que também sabemos que isso não pode ser algo generalizado e em alguns casos só temos a agradecer o facto de termos acesso aos meios de comunicação que nos possibilitam estar em contacto com aqueles que vivem noutros locais e que não estão à simples distância de um passeio a pé ou de uma pequena viagem de carro. Só por aí já vemos algumas das grandes vantagens dos meios de comunicação, com especial destaque para o mundo da Internet. De qualquer maneira por mais evoluído que este esteja nunca poderá substituir um aperto de mão, um abraço ou um beijo.

Será que somos capazes de guardar tudo o que temos, fizemos, descobrimos e o que somos até agora no nosso jardim de memórias e recomeçar tudo de novo?! hmmm

Comentários

  1. "Second Life"…se fosse há uns anos, talvez esse mundo me pudesse fascinar. Nos dias de hoje em que as pessoas reais cada vez mais me surpreendem, quer pela positiva quer pela negativa, acho que não preciso de uma segunda vida.

    A que tenho já me dá trabalho que chegue!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante