Unknown

Parece que já não é possível deixar cair umas palavras sem se ser julgado por aquilo que elas podem dizer, levando a juizos incógnitos por detrás de uma faceta criada ou imaginada por quem pensa que ao ler um texto está a construir uma vida susceptível de ser exposta mediante a sua ideia!?! Porque é que isto está sendo escrito? Felizmente existe liberdade de expressão e dela podemos aproveitar o que de melhor se consegue retirar dela, no entanto não é essa a percepção de todos os olhares que deitam a sua mão no que é escrito, levando a liberdade de expressão para outros níveis.
Aconselha-se a tentarem descobrir as várias definições existentes para aquilo que pode ser um "blogue".

Be anonymous if you want, but why not join in the fun?

Comentários

  1. Sabes que concordo contigo.

    Existe uma subjugação em simples comentários que me deixam zonzo como se parte da minha vida ou de quem também escreve fosse tão perceptível quanta a luz do sol ou a frieza da lua…pois bem as palavras escritas e falo das minhas conseguem ser tão abstractas quanto uma ínfima parte dos meus pensamentos. E sei que muitas vezes o que aparenta estar lá escrito é apenas sombra do que ficou por dizer.

    Algo que aprendi é nunca garantir algo como certo, a realidade em que vivemos não é assim e nem se deixa levar pelo rumo “destinado” a tudo o que nos afecta.

    Um “blogue” é o que fazemos dele, o meu tem tanto de real como os meus sonhos, devaneios e mágoas têm,…tudo junto é um mundo separado do meu mas com uma forte ligação que vai da ponta dos meus dedos ao caminho secreto do meu coração.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante