Corredor..|..|.I..|..|.I..I


Por vezes dou por mim e estou eu pensando que estou num corredor comprido, tão comprido que não se consegue ver onde acaba. Este corredor tem muitas portas, umas abertas outas fechadas e ainda outras que estão só entreabertas e à espera que se chegue até elas para dar um pequeno empurrão e descobrir o que lá está por detrás daquelas paredes que escondem tudo até se abrir a porta correspondente. Ás vezes estou lá e de repente aparecem outras portas prontas para serem abertas e ao entrar nalguma dessas portas encontro mais um corredor onde existem mais portas.



Há vezes que em vez de as portas se abrirem, estas fecham-se, deixando-me no corredor a ver o que estava nalguma outra porta que eu ainda não tinha aberto ou então fico simplesmente no corredor à espera que apareça outra ou outras portas, mas isso é raro acontecer pois já cheguei à conclusão que tenho de dar sempre mais uns passos pelo corredor até que apareça mais alguma. O que vale é que neste corredor existem várias coisas nas paredes que envolvem as portas, parecem janelas, e que me fazem dar uso ao eu que existe em mim através de uma busca. É certo que nem sempre essa involvência é positiva ou agradável, mas certamente contribui para descobrir algo novo e é nessa altura estou pronto para dar mais uns passos.

Acabou de aparecer uma outra porta, desta vez uma mais pequena. Vou ver o que lá está. Aproximo-me devagar, silenciosamente e abro a porta com cuidado. É um Quarto, pequeno, mas amplo, tem 4 paredes, mas uma delas está incompleta e lá dentro está alguém a escrever qualquer coisa. Não vou incomodar para que possa terminar o que está a fazer...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante